Airbus revela que haverá 3 aeronaves movidas a hidrogênio em 2035

A Airbus anunciou os três primeiros projetos de aeronaves comerciais zero-carbono (CO2) na segunda-feira, 21. Esta empresa europeia propôs três conceitos muito diversos, todos movidos a hidrogénio e denominados “zero”, referindo-se à “emissão zero” de poluentes.

“Para toda a indústria da aviação civil, este é um momento histórico e pretendemos ser os protagonistas da transição mais importante da história desse campo. O CEO da Airbus, Guillaume Faury, disse:“ Nós O conceito hoje revelado mostra ao mundo nossas ambiciosas ambições, levando visões ousadas para o futuro da aviação com emissão zero. Zero para Airbus SE.

A primeira introdução é o turbo reator. Segundo Guillaume Faury, além de uma autonomia de mais de 3.500 quilômetros, também será possível acomodar de 120 a 200 passageiros – o equivalente ao A220 ou ao A320-.

O segundo conceito é um jato regional turboélice, que pode voar 1.800 quilômetros e transportar 100 passageiros. Já o terceiro é a asa em V, cuja capacidade e autonomia são semelhantes ao conceito de um turbo reator. A previsão da Airbus é de que a aeronave seja colocada no mercado em 2035.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *