Facebook e Instagram excluíram 1 milhão de notícias falsas sobre covid-19

A Meta divulgou uma notícia gratificante nesta quinta-feira (11), mas por outro lado, foi assustadora: desde o início da pandemia, Facebook e Instagram deletaram mais de 1 milhão de posts, comentários, e publicados no Brasil. As histórias, esses posts, comentários , e as histórias contêm informações incorretas sérias sobre o novo vírus da coroa-19.

Segundo a empresa, a exclusão de conteúdo está em linha com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outras instituições médicas para excluir temas que “podem colocar em risco a vida das pessoas”. Entre os materiais excluídos, há informações que negam que haja uma pandemia ou que a vacina covid-19 cause morte ou autismo, o que obviamente está errado. A empresa explicou que possui um manual de instruções denominado “Atualização e proteção da política da Covid-19”, que será atualizado continuamente à medida que surgirem conhecimentos científicos e novos fatos sobre a pandemia.

Além de remover informações prejudiciais, a rede social da Meta também está empenhada em fornecer aos seus usuários informações oficiais e confiáveis ​​sobre a pandemia. Por exemplo, o perfil do Facebook “COVID-19: Centro de Informações” foi visitado por mais de 76 milhões de pessoas e elas podem desmistificar boatos, obter técnicas importantes de prevenção de doenças e materiais de apoio à saúde emocional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *