O WhatsApp espera atingir vendas diretas no aplicativo em 2021

O WhatsApp permitirá que os comerciantes vendam seus produtos diretamente pelo Messenger. O serviço ainda está em fase de testes e, de acordo com as previsões oficiais, o serviço deve ser lançado em 2021.

A empresa afirmou ainda que, inicialmente, apenas pequenas empresas poderiam aproveitar a novidade. Com a implantação desse serviço, as lojas passarão a mostrar seus catálogos aos clientes, que poderão selecionar os produtos e efetuar o pagamento pelo próprio WhatsApp.

Desde abril, quando empresas em todo o mundo começaram a adotar escritórios domésticos, a atividade do usuário do aplicativo aumentou significativamente. O diretor de operações do WhatsApp, Matthew Idema, disse que as chamadas de vídeo e voz também ganharam maior apoio público.

Foi um uso massivo do WhatsApp durante a pandemia que inspirou os serviços de compra no aplicativo. O diretor disse: “A maioria das pessoas gosta de resolver tudo por meio de mensagens, o que faz sentido, porque quando se trabalha à distância, ninguém quer esperar uma resposta de e-mail ou contato via linha telefônica”.

Para permitir a integração entre WhatsApp, Instagram e Facebook, a empresa disponibilizará a possibilidade de utilização de API – o que facilitará a gestão de vendas da loja. No entanto, é provável que você pague por essa ferramenta.

Para que o serviço de compras funcione corretamente, é necessário integrá-lo ao sistema de pagamento WhatsApp Pay. A ferramenta foi lançada no Brasil em junho e ainda está em fase de testes. A expectativa da empresa é que, após essa fase, o banco central aprove o plano.

Embora promissora, a novidade pode ter algumas limitações. De acordo com informações divulgadas pela MasterCard e Visa, até o momento, apenas alguns cartões podem usar o WhatsApp Pay para transações de baixo valor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *